Seis maneiras de contribuir com um trânsito mais seguro

​No trânsito, nunca estamos sozinhos. Dividimos o espaço com outras pessoas e compartilhamos com cada um a responsabilidade de chegarmos todos sãos e salvos ao nosso destino. É verdade que nem sempre se pode contar com a boa vontade dos outros nessa tarefa. Mas deve ser uma escolha nossa contribuir para um trânsito mais tranquilo, respeitoso e seguro. É assim que você cuida de tudo o que tem valor para você: seu carro, sua família, a comunidade da qual você faz parte e até a sua própria vida.

​1. Não use o celular quando estiver dirigindo

O número de acidentes causados pelo uso de celular ao volante já é maior do que o provocado pelo álcool. Não é a toa que essa é considerada uma infração gravíssima com multa de R$293,47 e sete pontos na carteira. Se realmente precisar responder a ligação, estacione antes em um lugar seguro.

2. Leve a sério a direção defensiva

Segundo o DPVAT, as falhas humanas são responsáveis por 90% dos acidentes de trânsito. Por isso no Brasil, desde 2004, todo motorista que deseje tirar ou renovar a sua habilitação precisa passar pelo curso de Direção Defensiva, que ensina sobre as leis e as condições de trânsito e todas as melhores práticas ao volante. São regras e recomendações importantes que você deve dominar.

3. Seja gentil sempre

Procure não se irritar com ultrapassagens proibidas e outras “afrontas” que receber enquanto estiver dirigindo. Sua segurança e a das pessoas que está transportando vale muito mais do que qualquer “vingança” ou satisfação em dizer o que quer que seja para o outro motorista.

4. Tenha paciência com pedestres e ciclistas

Coloque-se também na pele do pedestre e dos ciclistas e tenha cuidado com crianças e pessoas idosas ou com dificuldade para atravessar a rua. Por mais pressa que você tenha, vale sempre a pena ser gentil e esperar que atravessem com segurança. Lembre-se que o maior e mais forte é sempre responsável pela segurança do menor. Respeitando ciclistas, você ainda vai estar encorajando que mais pessoas se sintam seguras para trocar o carro pela bicicleta, contribuindo para o meio ambiente.

5. Tenha cuidado consigo mesmo

Dirigir é uma atividade complexa que exige que você esteja no seu melhor para exercê-la. Estamos falando da responsabilidade que você tem não apenas consigo mesmo mas com toda a sua comunidade. Se tiver ingerido bebidas alcoólicas, se estiver cansado ou sob forte emoção, faça um acordo consigo mesmo: não dirija. 

6. Seja um bom exemplo para as crianças

As crianças aprendem muito mais pelo exemplo do que pelas palavras. Se você é o tipo de pessoa que dirige acima da velocidade, faz ultrapassagens imprudentes e xinga as pessoas no trânsito, está ensinando que é “assim que se dirige” para as suas crianças. Caso tenha cometido algum excesso, peça desculpas e explique as crianças que aquilo é errado e não deve acontecer. Melhor ser a pessoa que reconhece seus erros do que a que justifica o que não está certo.


Construir um trânsito seguro e mais humano é uma responsabilidade de todos. Lembre-se disso na próxima vez que pegar o volante!