Como incentivar a leitura nas crianças

​Ler é uma atividade que desenvolve habilidades cognitivas e de comunicação, além de estimular a curiosidade e a busca por mais conhecimento. Apesar disso, 44% dos brasileiros não lê e 30% nunca comprou um livro, de acordo com a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil.

​Os pequenos, geralmente, aprendem a ler por volta dos 5 anos. Mas os livros podem entrar na vida deles bem antes dessa idade, com a interpretação de figuras e a descoberta de novas cores e texturas. Fora isso, o momento da leitura fortalece os laços da criança com quem lê para ela. Confira dicas para incentivar este hábito nas crianças:

 

1- Incluir a leitura na rotina da família

Assim como a maioria dos hábitos, a leitura precisa ser praticada regularmente. Para incluir essa atividade na rotina, experimente começar aos poucos, reservando 15 minutos do dia para ler uma história ou capítulo de um livro com as crianças. O momento em família pode tornar-se ainda mais agradável (e bem-sucedido) escolhendo um cantinho confortável da casa, afastado de distrações, como barulho e telas.

Dica: apesar do esforço para formar os pequenos leitores, cuidado para não tornar a atividade uma obrigação - desse jeito, o efeito pode ser o contrário!

 

2- Entender quais os livros adequados para cada idade

Deixe a criança livre, sem pressão, para descobrir o próprio ritmo de leitura. Assim, ela torna-se mais autônoma e interessada em buscar por conhecimento. E, na hora de escolher o livro, além do tema de interesse, ajude na escolha de títulos recomendados para a faixa etária, com os estímulos adequados para desenvolver a criatividade e o vocabulário dos pequenos.

Está à procura do próximo livro? Clientes do Clube Liberty Momentos aproveitam 12% de desconto na Disal que além da loja online, possui unidades espalhadas por cidades de todo Brasil como São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba. Confira todos os endereços no site.

 

3- Fazer visitas à biblioteca

Apesar de deliciosas, idas constantes à livraria podem sair caras. Mas existe um lugar onde as opções são quase infinitas e, geralmente, gratuitas: a biblioteca. Um hábito quase nostálgico, a visita à biblioteca da escola, do bairro ou da cidade certamente vai encantar os pequenos leitores.

Durante viagens, as bibliotecas também podem tornar-se ponto de parada obrigatório da família. Aqui, algumas que vale incluir no roteiro: Biblioteca Hans Christian Andersen, em São Paulo (SP); Biblioteca Infantojuvenil Maria Mazzetti, no Rio de Janeiro (RJ); Biblioteca Monteiro Lobato, em Salvador (BA); e Biblioteca Pública do Paraná, em Curitiba (PR).

 

4- Associar a leitura a momentos divertidos

Para quem está iniciando no mundo dos livros, incrementar o momento com elementos lúdicos torna a experiência mais atraente. Vale incrementar a hora da leitura com encenações, fantasias, bonecos e fantoches, instrumentos musicais e objetos relacionados à história do dia. Além de chamar a atenção, esses artifícios incentivam a participação das crianças e dos pais, numa grande brincadeira.