Sete dicas para melhorar a atenção das crianças

Se a sua geração só ouviu falar sobre computador pessoal quando era quase adulto, as crianças de hoje já são nativas digitais. No entanto, com estímulos vindo de todos os lados, os pequenos, muitas vezes, ficam com as atenções divididas. Confira algumas dicas simples para estimular a concentração de seus filhos e conectar-se ao desenvolvimento deles:

1-  Torne conversas simples mais elaboradas

As crianças adoram compartilhar novidades, desde o que aprendem na escola a algo do programa de TV. E o interesse dos pais pode ser fundamental para que elas fiquem mais atentas até aos detalhes, para poder contar tudo depois. Com as perguntas certas, a criança é levada a pensar em respostas mais elaboradas, e não automáticas. Experimente começar trocando "como foi a aula hoje? " Por "o que aconteceu de mais legal na escola? ".

 

2- Brincadeiras offline

Os jogos de associação, como o jogo da memória, ensinam a categorizar e relacionar figuras, e exigem bastante concentração das crianças. Outro ótimo passatempo é o quebra-cabeça, que valoriza o raciocínio lógico e não a agilidade, como a maior parte dos jogos na telinha.

 

3- Leitura: um hábito para hoje e sempre

O hábito da leitura é ótimo para estimular a concentração das crianças, e as acompanhará durante toda a vida adulta, desenvolvendo imaginação, linguagem e senso crítico. Para começar, crie um momento de leitura em casa (todas as noites antes de dormir, por exemplo) e leve em consideração os interesses e a faixa etária dos pequenos para escolher o livro da vez.

 

4- Colocando a mão na massa

Na era digital, dedicar tempo para atividades manuais é fundamental. Na cozinha, no jardim ou com tinta, papel e caneta, os pequenos são estimulados a se desconectar enquanto criam algo com as próprias mãos, o que exige concentração, disciplina e, claro, criatividade.

 

5- Na hora de comer, um cardápio equilibrado

A alimentação dita o que acontece no corpo todo, e também está relacionada à memória e à atenção. Ferro forma hemoglobina, responsável por oxigenar o cérebro; Ômega 3, encontrado em peixes de água salgada, estimula a concentração e o aprendizado; e vitaminas do complexo B, encontradas em proteínas animais, leguminosas e oleaginosas, facilitam a comunicação entre os neurônios.

 

6- Respeito aos momentos de descanso

A mente também precisa de descanso. Além das boas horas de sono diárias, estabeleça intervalos entre atividades, como pausas entre o dever de casa de cada matéria. Outra dica importante é identificar em qual momento do dia seu filho consegue concentrar-se com mais facilidade, e usar esse tempo para tarefas que exigem bastante atenção.

 

7- Computador e tablets podem ser aliados

Se não pode vencê-los, junte-se a eles. Computadores, tablets e smartphones encantam as crianças e, na medida certa, a tecnologia também é uma aliada. Pensando nas habilidades e carreiras do futuro, aulas de programação viraram o novo inglês, e dominar a linguagem de códigos desenvolve o raciocínio lógico e a capacidade de resolução de problemas.